Domingo, 4 de Fevereiro de 2007

Autor: Almeida Garret ../.. Livro: Falar verdade a mentir

Biografia do autor:

João Baptista da Silva Leitão de Almeida Garrett

 Nasceu no Porto, em 4 de Fevereiro de 1799;

morreu em Lisboa em 9 de Dezembro de 1854.

Passou a adolescência na ilha Terceira, tendo sido destinado à vida eclesiástica, devendo entrar na Ordem de Cristo, por intercedência do tio paterno, Frei Alexandre da Sagarada Família, bispo de Malaca e depois de Angra. 

Em 1816, tendo regressado a Portugal, inscreveu-se na Universidade, na Faculdade de Leis, sendo aí que entrou em contacto com os ideais liberais. Em Coimbra, organiza uma loja maçónica, que será frequentada por alunos da Universidade como  Manuel Passos. Em 1818, começa a usar o apelido Almeida Garrett, assim como toda a sua família.

Participa entusiasticamente na revolução de 1820, de que parece ter tido conhecimento atempado, como parece provar a poesia As férias, escrita em 1819. Enquanto dirigente estudantil e orador defende o vintismo com ardor escrevendo um Hino Patriótico recitado no Teatro de São João. Em 1821, funda a Sociedade dos Jardineiros, e volta aos Açores numa viagem de possível motivação maçónica. De regresso ao Continente, estabelece-se em Lisboa, onde continua a publicar escritos patrióticos. Concluindo a Licenciatura em Novembro deste ano.

Em Coimbra publica o poema libertino O Retrato de Vénus, que lhe vale ser acusado de materialista e ateu, assim como de «abuso da liberdade de imprensa», de que será absolvido em 1822.

A Vilafrancada, o golpe militar de D. Miguel que, em 1823, acaba com a primeira experiência liberal em Portugal, leva-o para o exílio. Estabelece-se em Março de 1824 no Havre, cidade portuária francesa na foz do Sena, mas em Dezembro está desempregado, o que o leva a ir viver para Paris. Não lhe sendo permitido o regresso a Portugal, volta ao seu antigo emprego no Havre. Em 1826 está de volta a Paris, para ir trabalhar na livraria Aillaud.

Em 1852 é eleito novamente deputado, e de 4 a 17 de Agosto será ministro dos Negócios Estrangeiros. A sua última intervenção no Parlamento será  em Março de 1854 em que ataca o governo na pessoa de Rodrigo de Fonseca Magalhães.

A 4 de Dezembro de 1854, morre devido a um cancro de origem hepática, tendo sido sepultado no Cemitério dos Prazeres.

Obras:

Fontes:

http://www.instituto-camoes.pt/revista/bibliografia.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/Almeida_Garrett

http://www.arqnet.pt/portal/biografias/garrett.html

 

Membros de equipa:

 

André Nave

Marco Silva

Pedro Martins

Ricardo Alves

Pedro Lemos

 

Foto da escola:

publicado por A.E. CCF às 15:13
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De anonimo a 24 de Outubro de 2008 às 16:44
ahahaha.que estupidez
De anonimo a 15 de Abril de 2009 às 12:56
O livro falar verdade a mentir e muito engracado e interessante....
Gostei muito de o ler...
Adorei todos os livros de Almeida Garrret....
Obrigada por publicarem estes livros...
De fgcgh a 28 de Março de 2010 às 20:51
es alto paneleiro

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

.posts recentes

. Entrevista a Almeida Garr...

. Autor: Almeida Garret ...

.arquivos

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds